Cebola! Essencial na cozinha Portuguesa?

Um básico da cozinha Portuguesa que contém propriedades curativas.

Muito versátil, a cebola pode ser consumida de várias formas, seja crua, caramelizada, refogada, em pickles, cozida, frita ou panada.

 

É das plantas mais cultivadas no mundo, sendo utilizada na culinária de forma geral na maior parte dos países, não só em Portugal. Desde o aparecimento da cebola, esta tem sido utilizada para tratar algumas maleitas como tosse e dores de garganta.

Com qualidades mais do que reconhecidas ao nível do paladar, tem contudo pequenos “senãos”. O forte hálito que provoca quando ingerida crua e as lágrimas que provoca quando cortada.

 

Algumas variedades comuns em Portugal:

  • Cebola Temporã: ocupa um grande papel na nossa cozinha, sendo composta por bolbos de tamanho médio, cor amarela e polpa branca.

 

 

  • Cebola Roxa: contém antocianina que lhe confere a cor e um maior poder antioxidante, reforçando a imunidade do nosso organismo.

 

 

  • Chalotas: é picante em cru e delicada, tem um perfil antioxidante acentuado.

 

 

  • Cebolinha: muito pequena, é muito utilizada para pickles, as suas folhas quando estão verdes podem ser utilizadas para temperar saladas e omeletes, substituindo assim o cebolinho.