Como surgiu a SOPA?

A primeira comida elaborada e criativa da História

 

Sopa é um alimento líquido ou pastoso feita com água, hortaliças e por vezes carne. Está presente na alimentação humana desde que o homem pré-histórico e que encontrou forma de aquecer a água para cozinhar os alimentos.

Diz a lenda que: “havendo água até de pedra se pode fazer a sopa”.

Este alimento que hoje em dia é essencial nasceu quando o homem se deu conta que as carnes duras que caçava ficavam mais macias e adquiriam melhor sabor quando eram cozinhadas em água e com ervas.
Por ser um prato fácil, acessível e de  valor nutritivo e energético, os caldos e as sopas foram a base da nutrição de todas as civilizações.

A palavra SOPA tem as suas origens semânticas no sânscrito sû (significa: bem) e em pô (significa: alimentar), ou seja, SOPA significa “BEM ALIMENTAR”.

 

Na Idade Média

Conta-se que os priores e abades foram os primeiros adeptos da iguaria, fazendo servir de 5 a 6 sopas distintas diariamente, além de ser o tema um assunto de animadas conversas e discussões.
A sopa desta época consistia  num pedaço de pão sobre o qual se vertia um caldo a ferver de carne, legumes ou vinho,  directamente em travessas fundas de madeira, barro cozido ou estanho.

 

Nos nossos tempos

A partir do século 16 a cozinha italiana e francesa começaram por dar um toque mais sofisticado às sopas, introduzindo massa, oregãos, manjerona e tomilho.
Na época em que vivemos, a sopa é apresentada como uma entrada e tendo como papel abrir o apetita para os pratos que se seguem.

Com a evolução dos modos de alimentação, vieram as sopas prontas (em lata, desidratadas, congeladas) que sem dúvida são práticas… Mas não têm o mesmo sabor e aroma das sopas que confeccionamos em casa. Concordam?

 

Sopas mais famosas do Mundo

  • Do Brasil: Bambá de Couve (farinha de milho e couve), Caldo de Feijão;

  • De Portugal: a Canja e o Caldo Verde;

  • Da Espanha: o Gaspacho (sopa servida fria).

  • Da França: a Soupe à l’Oignon e a Bouillabaisse, Bisque;

  • Da Inglaterra: a Oxtail (sopa de rabo de boi);

  • Da Itália: o Minestrone ;

  • Da China:  a sopa de Ninhos de Andorinha;

  • Do Japão: Missoshiro (caldo de peixe com missô)

  • Do Vietname: Canh Chua (caldo aromatizado com hortelã e tamarindo com pedaços de peixe);

  • Da Tailândia:  Tom Kha Gai (de leite de coco com frango e coentros);.

  • Da Rússia: o Bortsch (de beterraba frescas, sopa servida quente ou fria);

  • Do México: Posole (com carne de porco ou frango);

  • Dos Estados Unidos: Vichyssoise (de batata e alho porro, sopa servida fria); Clam Chowder (creme encorpado à base de moluscos, batatas e leite)

  • De Cuba: Sopa de Frijoles com Calabaza, (de feijões com abóbora);

  • Do Haiti: Consommé a l’Orange (caldo de frango, sumo de laranja e cravo da índia)

  • Do Egito: Melokhia (a base de uma erva egípcia que dá nome à sopa e carne de cordeiro ou frango);

  • De  Israel: Pumpkin Soup (de abóbora e caldo de frango).

Já sabíamos que a Sopa era um Alimento antigo, mas não tão antigo. Ainda hoje, muitas pessoas consomem sopa diariamente.

Nós somos uma delas! Sabe tão bem uma sopa quentinha para “aconchegar” o estômago em dias frios e para nos abrir o apetite para o prato que vem de seguida…

 

Quem de voçês consome Sopa diariamente ou pelo menos 3 dias por semana?

(Deixem abaixo o vosso comentário)