Erva Daninha ou Mágica?

Grande parte das pessoas ignora esta erva e a trata como se fosse uma erva daninha, mas na realidade é muito mais que isso…

Beldroega (Portulaca oleracea) é uma planta herbácea com folhas pequenas, carnudas, ovais e de um verde brilhante. A haste de um tom roxo, muito carnudo, é ramificado e cresce “rastejando” no terreno de forma incontrolável.

É uma planta que cresce selvagem e é muito comum em todos os países que têm um clima temperado-quente. De origem asiática é conhecida e usada devido às suas propriedades curativas desde os tempos antigos, e em Portugal cresce em quase todo o lado. É considerada uma planta daninha, mas na realidade está cheia de ômega-3, vitaminas e minerais.

Como erva medicinal a beldroega é usada principalmente como uma fonte de ômega-3, que é universalmente reconhecida pela sua eficácia cardiovascular, pois ajuda a regular o equilíbrio entre o colesterol bom e o menos bom.
Além disso tem propriedades diuréticas, purificantes, analgésicas, anti-diabétes e anti-hemorrágicas.
É usada para tratar a diarreia e vómito e também é útil na prevenção e combate das hemorróidas. Serve também para aliviar a comichão das picadas de insetos e é um excelente aliado contra o acne. 

 

Posso usá-la na cozinha?
Sim!

Suas folhas são comestíveis e podem ser comidas cruas e cozidas. A folha é rica em mucilagem, e isso dá-lhe um sabor um pouco azedo e salgado, com um toque de limão. A combinação com a salada é optima e com tomate cereja e pepino, perfeitos para a preparação de pratos no verão.
É muito apreciada como ingrediente para a preparação de sopas, bem como molho para massas.

Com viu existem ervas que pensamos que não são comestíveis e que andamos sempre a retirá-las do nosso jardim, mas o que é certo é que estamos a desprezar coisas que até são boas para a nossa alimentação.

Aqui fica uma receita de Sopa de Beldroegas

Ingredientes:
-1 ramo de beldroegas
-80 g de manteiga
-2 cebolas médias
-500 g de batatas
-1 ramo de salsa
-6 dentes de alho
-1 c. de (chá) de pimentão doce (colorau)
-3 ovos inteiros
-240 g de pão duro
-água suficiente para a sopa
-sal e pimenta

Preparação:
Leve a manteiga ao lume num tacho com as cebolas, os dentes de alho e salsa picados. Logo que a cebola ficou translúcida junte as beldroegas bem lavadas e feitas aos raminhos. Refogue e adicionei a água suficiente para a sopa. Junte as batatas descascadas e cortadas às rodelas. Tempere com sal, pimenta e colorau. Quando estava pronto (batatas cozidas) juntei os ovos previamente batidos.  Deixe cozer e deite a sopa numa terrina sobre o pão cortado às fatias.

 

 

FONTE DA RECEITA: My taste