Receita de PESTO!

Surgiu na cidade de Génova, em Itália.

Acredita-se que o molho pesto tenha surgido em meados do século 19, quando a família Ratto deu o nome de “Battuto o sapore all’aglio” a um molho que tinha como ingredientes dente de alho, manjericão, pinhões e parmesão ralado. A principal característica do molho era a forma de amassar o manjericão no pilão, e logo o molho foi chamado de “Pestare”, “triturar” em italiano. Com o passar do tempo, o nome evoluiu para apenas “Pesto”.

 

Molho Pesto

Ingredientes:
– 50 gr. de manjericão fresco (folhas apenas)
-2 dentes de alho
– 100 ml de azeite extra virgem de oliva
– 6 colheres de sopa de queijo parmesão ralado (cerca de 70 gr.)
– 1 colher de sopa de pinhões (cerca de 30 gr.)

Preparação:
Para começar, é importante lavar as folhas de manjericão mas não com água e sim com um pano húmido. Este processo é muito importante para obter um excelente molho pesto, uma vez que as folhas de manjericão devem estar secas e não podem estar enrugadas. Coloque todos os ingredientes, menos o queijo, no liquidificador. Bata tudo lentamente até que a mistura vire um composto líquido e cremoso. Neste ponto, adicione o queijo e mexa bem até que tudo fique bem misturado. Mantenha o molho pesto no frigorífico durante 2-3 dias num recipiente hermético, tendo o cuidado de cobri-lo com uma camada de azeite.

A forma mais usual de se consumir este manjar dos deuses é com uma boa massa cozinha al dente.