Vinho e Comida…

Sabia que existem alimentos que consumidos com vinho, fazem alterar o sabor do mesmo e com que este não saiba bem?

 

Alguns alimentos:

  • Couves de Bruxelas: O seu sabor terroso não combina nada bem com o vinho, fazendo com que tenhamos a sensação e sabor de ovos podres ou borracha queimada.
    Aqui pode sempre optar por um vinho branco da casca moscatel, porque a riqueza de aromas vai apaziguar o sabor das couves actuando quase como um “desodorizante”.
  • Espargos: Qualquer vinho bebido com os espargos vai parecer-lhe vegetal, mas aqui o mais indicado é o branco da casta verdelho. Como não vai deixar de comer espargos, pode sempre usar molhos nos espargos (maionese caseira, por exemplo), ou depois de cozer os espargos passe-os pelo grelhados para retirar o lado vegetal dos espargos.
  • Ovos: Quando mal cozinhados, a “capa” que protege a gema não sabe bem com o vinho. Opte pelo vinho branco da casta arinto.
  • Salada com vinagre: O vinagre vai fazer com que o vinho pareça austero ou até mesmo “avinagrado”. Pode sempre substitui-lo por sumo de limão (pouco) ou por vinagre balsâmico. O melhor vinho para se beber com saladas são os verdes.
  • Alcachofras: Este alimento tem um composto que faz tudo parecer doce, e em especial o vinho. Pode controlar essa situação adicionando algo salgado às alcachofras, como o bacon, as azeitonas… Aconselhamos um vinho seco.

 

 

 

Na generalidade conheça os vinhos que mais se adequam a cada prato

Mariscos

Vinhos brancos secos e aromáticos são uma óptima opção para acompanhar estes pratos.

Peixes
Normalmente o vinho branco é a melhor opção para acompanhar peixe, mas quando existe algum molho no peixe o vinho tinto pode funcionar muito bem. E se cozinhar o peixe com vinho tinto, o resultado será surpreendente.

Sobremesas
Vinho doce ou licoroso.

 

Carnes vermelhas e de caça
Vinho branco ou rosé.

Carnes brancas
Vinho tinto encorpado mais suave e ligeiro. 

Queijos
Os sabores dos queijos variam muito, logo existem uma variedade de vinhos que combinam. São eles: os brancos, tintos, doces ou secos.

 

 

Claro que tudo vai depender um pouco do gosto de cada um, mas agora já fica mais ciente quais combinam com o quê.

E repare, talvez até já lhe tenha acontecido um prato não lhe saber tão bem e não ser do prato mas sim da combinação do prato com o vinho!

Gostou deste artigo? Então, deixe o seu comentário e aguarde pelo próximo!!!