Chegou-nos esta oferta… BOLO DE NATAL DOS AÇORES!!!

Na passada 3ª feira fomos presenteados com o bolo que nunca tínhamos ouvido falar nele. O Bolo de Natal dos Açores.

A origem de como surgiu o bolo não a conhecemos nem a encontramos. Sabemos sim que o bolo é feito entre 8 a 10 dias antes do dia de Natal e só aí deve ser consumido.

Porquê?

O bolo leva frutas cristalizadas e diz-se que é para as mesmas penetrarem bem na massa para que esta fique mais caramelizada. 

O bolo não leva qualquer enfeito a não ser as frutas cristalizadas por cima. É também usado como bolo de noiva, que neste caso pode e deve ser enfeitado.

 

Receita do Bolo de Natal dos Açores

Ingredientes:

  • 500 g de farinha ;
  • 500 g de açúcar ;
  • 250 g de manteiga ;
  • 6 ovos ;
  • 3 colheres de chá de fermento em pó ;
  • raspa da casca de 1 limão ;
  • noz-moscada ;
  • 1 cálice de aguardente ;
  • 1 cálice de vinho do Porto ;
  • 500 g de frutas cristalizadas (inclui obrigatoriamente cidrão) ;
  • 125 g de nozes ;
  • 1,5 dl de melaço ;
  • 2 variedades de doce de fruta (2 colheres de sopa de cada: uva, figo, marmelo, morango, capucho, etc.)

 

Preparação:

Picam-se as frutas e polvilham-se com farinha. Bate-se a manteiga com o açúcar até se obter um creme. Juntam-se as gemas, misturam-se bem e adicionam-se os restantes ingredientes com excepção das claras, sendo a farinha peneirada com o fermento.
Batem-se as claras em castelo bem firme e juntam-se ao preparado anterior. Deita-se a massa numa forma redonda bem untada com manteiga e polvilhada com farinha e leva-se a cozer em forno médio durante cerca de hora e meia. Verifica-se a cozedura com um palito, que deve sair seco.


O bolo que nos ofereceram foi feito na passada 2ª feira, ou seja, deveríamos consumi-lo só no dia 28. Mas estava tão apetitoso que não resistimos, provámos e está delicioso.

Vamos guardar o restante para provar passados os 8 dias, que acreditamos que estará ainda mais saboroso.